Preparando a Casa para Receber seu Filhote

08/02/2018

 Mirian Ribeiro    Marinheiro de Primeira Viagem




Imagem Blog Tunghats Resort

Você acabou de decidir que vai ter um filhote! Para que essa nova amizade seja perfeita e feliz, é preciso lembrar de suas responsabilidades e preparar um local seguro para seu fiel amigo!


Prepare a família para a chegada do novo membro

Compra ou adoção - sua escolha de compra ou adoção não é importante. O importante é saber que a partir do momento que você chamou este pet de seu, ele será seu por toda a vida. Ele lhe dará amor incondicional em tempo integral. Retribua este amor e seja um dono responsável, presente, carinhoso por toda a vida de seu amigão. Os cães não são objetos, eles são realmente como filhos. Por isso, leve a sério este passo e seja o melhor humano para seu cachorro.

Envolver toda a família nas tarefas relacionadas ao novo membro é uma ótima idéia para garantir que todos participem. Quem será o responsável por levar o filhote no jardim, na rua ou no jornal para fazer as necessidades? Quem será o responsável por servir as refeições? Quem levará o cão no veterinário para vacinações e vermifugações? Todas estas tarefas são importantes e devem seguir uma rotina. Rotinas são muito importantes para que seu cão obedeça padrões e regras que facilitarão seu dia a dia e tornarão a convivência mais feliz!

Lista de compras 

Você irá precisar de alguns ítens para garantir o bem estar do seu cão. Preparamos uma listinha básica para você. As comprinhas são super legais e garantem que você estará preparado para receber seu amigão:


  1.  Caminha confortável e com tamanho adequado para a vida adulta do seu amigão;
  2. Pratos de comida e água - os bowls de metal são ideais para resistência e higiene. É essencial que seu cão tenha SEMPRE água limpa e fresca disponível;
  3. Ração - escolha uma ração de alta qualidade. Alimentos mais baratos não oferecem a nutrição necessária para seu cão, o que poderá acarretar em sérios problemas de saúde e desenvolvimento;
  4. Petiscos - procure petiscos adequados para o tamanho e para a idade do seu novo amigo;
  5. Coleira - escolha uma coleira e guia resistentes e adequados para o tamanho do seu cão. Veja na etiqueta a indicação de kg para saber a escolha mais adequada. Se seu amigão for filhote, é indicado que você compre uma coleira para enquanto ele for jovem e uma para sua fase adulta;
  6. Kit Caca - Para quando seu cão estiver preparado para passear na rua (checar dicas de vacinação), é ideal que você recolha sempre as fezes e não deixe o c˙ao sujo para o próximo. Com isso, carregar, junto da guia, um ‘kit caca”, um suporte para saquinhos plásticos para recolher o coco, é uma dica de boas maneiras. Outra dica é ter em casa, uma pá somente para catar o coco do seu pet;
  7. Produtos de beleza - Shampoo, escova, tesoura. Você irá precisar destes itens para manter seu cão. Veja aqui mais dicas sobre higiene do seu cão
  8. Brinquedos - esta é uma das partes mais divertidas! Escolha brinquedos para você brincar com ele e brinquedos que possam entretê-lo em momentos de solidão. Confira a lista de brinquedos que preparamos para você
  9. Caixa de Transporte - Este é o meio mais seguro para transportar seu amigão. A Caixa de transporte também pode ser usada como caminha no dia a dia (com uma almofada e sem a portinha). Para saber como transportar seu cão com segurança, assista este vídeo que preparamos para você.


Preparando a Casa para receber seu filhote

Verifique todos os cômodos da sua casa, incluindo área externa. Observe da perspectiva do cão e caso haja algum destes itens ao alcance do seu cão, retire antes da chegada do seu novo amigo:

  1. Veneno, remédio, produtos de limpeza ou beleza;
  2. Pentes, escovas, laços, grampos, palitos de cabelo ou qualquer objeto pequeno e pontiagudo;
  3. Fios e tomadas: atenção! Não deixe fios ao alcance do seu cãozinho. Ele pode sofrer um acidente grave roendo um fio.
  4. Alguns alimentos fazem mal para cães, como: Café, chocolate, alho, abacate e uvas. Verifique com seu veterinário antes de dar qualquer petisco extra para seu amigão.
  5. Cheiros podem intoxicar seu pet. Eles possuem um olfato muito mais apurado que o nosso. Neste caso, se você utilizar produtos de limpeza no piso com cheiro forte, prefira produtos neutros, sem cheiro ou próprios para donos de pet. Seu perfume também pode causar intoxicação, principalmente quando ele for um bebezinho.
  6. Portões de segurança - caso more em uma casa de 2 andares sou tenha um espaço com piscina, é importante isolar estes espaços, evitando perigos para seu cachorro. Nunca deixe seu cão sozinho num espaço com piscina. Ele pode cair e não conseguir sair, resultando em uma tragédia. As escadas também podem ser perigosas, especialmente para filhotes - neste caso, não o deixe acessar a escada sem supervisão.
  7. Não deixe objetos frágeis ou plantas ao alcance do seu filhote. Ele pode quebrar o objeto e tentar ingerir os cacos. Outro perigo são as plantas. Vasos de plantas são como um pátio de diversão. Provavelmente ele irá cavar, virar a terra, comer a planta (que pode ser venenosa). Além dos perigos para seu pet, esse cenário de destruição pode ser um pouco desesperador para você (risos).


Dicas para os primeiros dias


  1. Na chegada, em primeiro lugar, deixe seu filhote no local adequado para ele fazer xixi e coco - ele chegará apertado. Imagine só que ele é um bêbe e sua bexiga é muito pequena.
  2. Crie uma rotina desde o primeiro dia - Cães aprendem com repetição. Manter um padrão e uma rotina são essenciais para que seu amigão compreenda o novo ambiente e aprenda as novas regras de comportamento que ele deverá seguir.
  3. Procure um veterinário de confiança. É importante checar a vacinação e vermifugação do seu pet e segui-la periodicamente conforme indicação veterinária. Quando você adquirir seu cão, solicite sua carteirinha de vacinação. O certo é ele ser entregue para você com a primeira dose de vacinação e vermifugação. Para mais dicas sobre vacinação, confira este texto.
  4. Aprendendo o nome - Seu cachorro vai precisar de um tempo para aprender o nome que você deu a ele. Chamá-lo de uma mesma forma por um período de tempo, falar o nome e aproximar-se do seu cão, chamar o nome dele em momentos de interação e brincadeira, são boas dicas para ajudá-lo a entender que este é seu nome. Dê tempo ao seu amigão, as vezes este aprendizado pode demorar um pouquinho.
  5. Criar um vocabulário padrão - Como conversamos, criar padrões e repetições são importantes para o aprendizado. Desta forma, sempre que você e seus familiares quiserem dar um comando a seu cão, utilize sempre a mesma palavra. Por exemplo, se for ensiná-lo a sentar. Diga sempre a mesma palavra. Por exemplo: “senta”. Se você utilizar “senta” e seu filho falara “sit” o cão ficará perdido e irá levar mais tempo aprendendo o truque. Fazer uma lista de comando e entregar para que todos que irão conviver com o pet, pode facilitar muito o aprendizado do seu amigão.
  6. Transição da alimentação - Lembre-se de perguntar como era a alimentação de seu cão. Fazer uma transição lenta da mudança alimentar é muito importante para evitar uma desinteria. Nos 3 primeiros dias, que seu amigão está em adaptação a nova casa, mantenha a mesma alimentação que ele estava acostumado - na mesma frequência, quantidade e tipo. Caso você vá mudar a alimentação, faça a mudança aos poucos. Ou seja, compre a ração que ele estava acostumado e compre a nova ração que você quer dar. Na primeira semana, comece a misturar as rações na proporção ¼ da nova para ¾ da alimentação que ele estava acostumado por 3 dias, depois passe para ½ a ½ . Na segunda semana, passe para ¾ da nova e ¼ da antiga por mais 3 dias. Depois deste prazo, pode passar a utilizar a nova ração integralmente. Qualquer problema, sempre consulte seu veterinário de confiança.
  7. Quando você sair - Seu cão irá sentir sua falta. Principalmente nos primeiros dias de adaptação. É importante não ceder a chantagens emocionais. Mas sempre que deixar seu cão sozinho, deixe água fresca, o mantenha em local arejado com sombra e deixe brinquedos interessantes a disposição, para que ele possa ter atividades enquanto estiver só.
  8. Aproveite cada momento com seu amigão - O mais importante é se divertir com seu cachorro! Quando falam que o cão é o melhor amigo do homem, não é exagero. Amor incondicional 24 horas por dia. Só um cachorro pode oferecer esta benção! Então aproveite! Brinque, corra, abrace, curta momentos tranquilos ao lado dele e SEMPRE cuide muito bem do seu amigão! Você o escolheu! E ele merece seu amor!!!


Para mais dicas para você e seu amigão, acompanhe nosso Blog do Tunghat’s Resort!!! Fique conectado em nossas redes sociais: Facebook e Instagram! Assine também nosso canal do You Tube com videos sobre comportamento, cuidados e muito mais!

 Compartilhe aqui embaixo sua história! Conte para a gente como foi a chegada do seu amigão!


gostou? comente!

Todos os Direitos Reservados © 2016 - Designed by: Th-Project.com